terça-feira, 15 de outubro de 2013

"Meu médico me encaminhou a um psiquiatra. Isso significa que estou ficando louco?"

 Essa pergunta é muito comum, pois o fato de "ser encaminhado" a um psiquiatra costuma deixar as pessoas assustadas e reticentes. Isso acontece devido à falta de informação sobre o assunto, uma vez que a Psiquiatria não trata somente de pacientes com Esquizofrenia. São condições pertencentes ao campo da Psiquiatria os transtornos ansiosos, depressivos, as fobias (específicas e sociais), o transtorno bipolar do humor, o TOC (transtorno obsessivo-compulsivo), as somatizações, e muitos outros. O preconceito só atrasa e dificulta o tratamento, reduzindo a qualidade de vida de milhares de pessoas e causando transtornos muitas vezes sérios na família, no trabalho e na vida social como um todo.